7 de out de 2010

Desabafo

"O amor de mãe por seu filho é diferente de qualquer outra coisa no mundo. Ele não obedece lei ou piedade, ele ousa todas as coisas e extermina sem remorso tudo o que ficar em seu caminho". (Agatha Christie)
                                                                                                                                         
Este trecho é só para ilustrar meu desabafo. O que mais uma mãe faz é zelar por um filho. Seria capaz de derramar quantas lágrimas fosse preciso em lugar dele até que seus olhos secassem só para não vê-lo chorar. Sentiria todas as dores físicas só para não vê-lo sofrer. Se eu pudesse era isso que teria feito ontem a noite. Machuquei minha filha prendendo seu dedo ao fechar a porta do carro. A dor foi tanta que ela passou mal a ponto de quase desmaiar. Minha reação não foi de desespero, fiquei estática.  Por mais q ela falasse diante da tamanha dor e de muito choro, que eu não tinha culpa, não apagava do meu íntimo a certeza de que eu poderia ter evitado aquilo. Bastava prestar atenção só um pouquinho. Fomos para o hospital e ela continuou mal com queda de pressão por causa da dor. O dedo cortou um pouco próximo a unha, mas não ouve fratura o q foi constatado na radiografia.  E eu, só após tudo normalizado caí na real e perdi totalmente a noite de sono. Também avaliei que é isso não é nada diante de tanta tragédia com os filhos de tanta gente. Agradeci à Deus.  Desculpem o desabafo.

8 comentários:

  1. Oi Marga,o amor de mãe é algo indescritivel somos capazes de dar nossa própria vida por eles sem nem pensar duas vezes, não é?
    Mas fique calma isso acontece, a culpa não foi sua e melhoras a sua filhota.
    Abraço
    Dani

    ResponderExcluir
  2. Querida Marga,
    Também sou mãe e sei que o amor de mãe é incondicional, imensurável e inexplicável. Entendo perfeitamente o que você está sentindo. Contudo, amiga, acidentes acontecem com qualquer pessoa. Entendo o desejo de auto-punição da ausência do reflexo que você acredita que deveria ter a todo momento, principalmente, no momento do ocorrido de ontem. Mas, não se culpe, amiga. A culpa deve ser fardo para os negligentes, e não para você. Tente tranquilizar o seu coração porque, com toda a certeza, a sua isenção de culpa é verdadeira perante aos olhos de todos e de Deus. Grande beijo =^.^=

    ResponderExcluir
  3. Marga me emocionei com seu desabafo!
    Imagino o seu desespero ao lembrar do ocorrido foi tão imenso, ao ponto de não conseguir dormir.
    Mas o mais importante na vida você possui, o amor,tão raro e escasso nos dias de hoje,melhoras à sua princesinha e continue com o Criador no coração pois somente com ele no nosso coração é que poderemos vencer e transpor as barreiras da vida.
    Beijos à todos,amiga e irmã em Cristo!

    ResponderExcluir
  4. amiga, vim te dar um bj e dizer que graças ao mestre nada de mais grave ocorreu.
    um grandioso bj tbém para a filhota do coração
    c/carinho
    Teresa

    ResponderExcluir
  5. ¡Hola Marga,

    hace bien contarlo, sacarlo de adentro. Siempre amamos a nuestros hijos, cariños!

    http://www.amigasdelscrapbooking.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  6. Beijinho Marga e não se torture, já está tudo bem!
    Grata pela visita e comentário carinhoso, as tuas toalhas estão show de bola!!!
    Bjs
    jud-artes

    ResponderExcluir
  7. Oi minha doce amiga:
    Como me achei em suas palavras,como é bom e ao mesmo tempo inquietante ser mãe neste mundo tão cheio de violencia e crueldade...
    Se você permitir vou colocar por alguns dias esta frase de (Agatha Christie)em meu orkut tamanha foi minha identificação com seu relato.
    Já cheguei ao absurdo de pensar que se pudesse passaria pelas dores do parto no lugar de minha filha...Absurdo dos absurdos que acho, Deus só perdoa, pois sabe que somos mães.
    Ja ouvi de um padre que o amor que mais se assemelha ao amor de Deus por nós é o amor de mãe e isto é correto....
    Então amiga não se culpe,curta sua filhota que sei ser muito amada e feliz por ter uma mãe maravilhosa que é você,nossos filhos são nossa vida mas também Deus foi generoso nos permitindo filhos tão especiais como os nossos.
    Um abraço e fique com Deus...
    Sua filha vai ficar boa bem depressa.
    Com carinho:
    Suely

    ResponderExcluir
  8. Margarida, essas coisas acontecem, mas episódios destes ou outros, da forma como sentis-te só demontram o amor enorme que tens p'la tua filha. Ela nunca te culpará de nada.
    Fica Com Deus e deixo:
    Muito carinho para as duas.
    alice

    ResponderExcluir

Seguidoras, seguidores e visitantes! Obrigada pela visita. Caso não tenha blog, clique em Anônimo na setinha, mas não esqueça de deixar seu nome e e-mail para que eu possa lhe agradecer. Não saia sem deixar sua opinião. Ela é muito importante prá mim.
Grata e Bjs da Marga

Caro Visitante: Clique em "Postagem mais antiga" para continuar, ou em "Início" para retornar.

Sempre com Deus

"Momentos felizes, louve a Deus.
Momentos difíceis, busque a Deus.
Momentos silenciosos, adore a Deus.
Momentos dolorosos, confie em Deus.
Cada momento, agradeça a Deus."